.mais sobre eles

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Letra - Dançarás Comigo

. Parabéns Carlos

. Feliz Aniversário - João ...

. Qual É O Teu Excesso? - 2...

. Qual É O Teu Excesso? - 1...

. Feliz Aniversário - Duck

. Letra - Quem me dera sabe...

. O Regresso Dos Excesso 2º

.arquivos

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2008

Excesso A Vos Do Coração 5º

Melão

- Os amigos podem ser amantes?

- Melão: Penso que sim.

- O amor faz girar o mundo?

- Melão: Claro que sim, quanto a isso não tenho dúvidas.

- Alguma vez te apaixonaste pela namorada do teu melhor amigo?

- Melão: Não. Se isso acontecesse era muito chato.

- Acreditas que pode morrer-se por amor?

- Melão: Sim. Mas a tristeza tem que ser muito grande.

- Pode estar-se apaixonado por duas pessoas ao mesmo tempo?

- Melão: É complicado mas acho que pode acontecer.

- O primeiro amor é o melhor?

- Melão: Tudo depende da situação. Acredito que há primeiros amores muito dolorosos e outros muito, muito felizes.

- O amor é cego?

- Melão: Muitas vezes sim. Completamente cego.

- Vale a pena lutar por um amor aparentemente impossível?

- Melão: Vale sempre a pena lutar pelo amor. É o sentimento mais nobre que existe.

- Como lutarias?

- Melão: Com todas as minhas forças.

- O que farias para conquistar alguém por quem estivesses louco?

- Melão: O amor vela tudo. Assim por amar faria tudo o que me fosse possível.

- Como é que se alimenta o amor?

- Melão: De uma forma muito simples: amando loucamente.

- Há amores para toda a vida?

- Melão: Sim.

- Como foi teu primeiro beijo?

- Melão: Completamente louco e mais não posso contar.

- A melhor prenda para o dia dos namorados é?

- Melão: Passar o dia com a namorada.

- Sabes algum poema de amor?

- Melão: Acho que não. Quem diz que ama por compaixão, na realidade não ama coisa nenhuma. Essas situações são perigosas para ambas as partes e podem causar muito dor.

- A infidelidade pode perdoar-se?

- Melão: Sim. Se o amor for verdadeiro, todas as barreiras são superadas.

- Amar é sofrer?

- Melão: Não, amar não é sofrer. O que acontece muitas vezes é que o amor nos pode trazer alguma sofrimento.

- Já choraste por amor ou por desamor?

- Melão: Sim, como todos?

sinto-me: Bué Da Confusa
música: Vizinhos
tags:
publicado por excesso às 20:29

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 30 de Outubro de 2008

Excesso A Vos Do Coração 4º

Portugal

- Os amigos podem ser amantes?

- Portugal: Eu acho que sim, desde que ambos tenham vontade de que isso aconteça.

- Achas que o amor faz girar o mundo?

- Portugal: Claro que sim. O amor é um sentimento muito, muito importante.

- Alguma vez te apaixonaste pela namorada do teu melhor amigo?

- Portugal: Nunca me aconteceu nada parecido.

- Pode morrer-se por amor?

- Portugal: Penso que sim, mas acho que isso acontece quando as pessoas estão numa situação limite e sem um pingo de amor próprio, o que é muito mau.

- Porque pensa que isso acontece?

- Portugal: Por exemplo, há pessoas que amam tanto a outra que deixam de gostar delas mesmas e passam a viver só para o outro. Isso é uma verdadeira obsessão e, se as coisas algum dia correrem mal, pode ser complicado.

- Pode estar-se apaixonado por duas pessoas ao mesmo tempo?

- Portugal: Acredito perfeitamente que isso possa acontecer.

- Porquê, já te aconteceu a ti?

- Portugal: Não, mas já soube de várias histórias sobre este assunto.

- Achas que o primeiro amor é o melhor?

- Portugal: O melhor, melhor não. Mas sou capaz de dizer que, de todos, é o mais inesquecível e que é também muito bonito e emocionante.

- Vale a pena lutar por um amor aparentemente impossível?

- Portugal: A minha resposta a esta pergunta não poderia ser outra: vale sempre a pena lutar por tudo aquilo que se deseja e de que realmente se gosta.

- Como lutarias tu?

- Portugal: Acima de tudo tentava ser eu e não entrar em exageros.

- Concretamente como pedirias namoro a uma rapariga?

- Portugal: Hum…! Não sei tudo depende. Pedir namoro a alguém é algo muito delicado, por isso não te posso dizer exactamente como o faria. Não é como tirar uma coca-cola de uma máquina, é muito mais complicado e delicado.

- Quem conquistarias?

- Portugal: Uma pessoa especial.

- O que poderias chegar a fazer por alguém que amas?

- Portugal: Acima de tudo tentava fazer essa pessoa feliz e tentava transmitir-lhe o meu sentimento sem artifícios.

- E como é que se alimenta o amor?

- Portugal: Com doses adequadas de muito bem estar, sinceridade, diálogo e magia, que é também muito importante.

- A melhor prenda para o dia dos namorados é?

- Portugal: Um sorriso, uma flor e um beijo terno.

- Vamos ser mais curiosas, como foi o teu primeiro beijo?

- Portugal: Eu tinha apenas 11 anos e foi com uma rapariga que era 6 ou 7 anos mais velha do que eu. É claro que mexeu muito comigo. Lembro-me que fiquei muito, muito corado.

- Há amores para toda a vida?

- Portugal: Há, sim.

- Neste momento estás a viver algum?

- Portugal: Com a minha família.

- Portanto para a parte menos agradável do amor, diz-me eras capaz de perdoar uma rapariga que te fosse infiel?

- Portugal: A minha resposta a esta pergunta é o mais directo e simples possível. Não.

- Amar é sofrer?

- Portugal: Não. Amar e ser amado é viver em plena alegria.

- Já choraste por amor ou por desamor?

- Portugal: E quem não?

 

sinto-me: Bem
música: Silêncio
tags:
publicado por excesso às 23:45

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 28 de Outubro de 2008

Excesso A Vos Do Coração 3º

 Duck

 

- Achas que os amigos podem ser amantes?

- Duck: Acho que sim, desde que isso não prejudique a amizade.

- Concordas com a célebre frase de que o amor faz girar o mundo?

- Duck: Acho que sim, mas depende do tipo de amor que se está a viver.

- Alguma vez te apaixonaste pela namorada do teu melhor amigo?

- Duck: Não, nunca!

- Pode morrer-se por amor?

- Duck: Por amor não acredito que ninguém morra. O que há é casos de pessoas que morrem por desgostos de amor. Ou seja não se morre por amor, morre-se por desamor.

- Pode estar-se apaixonado por duas pessoas ao mesmo tempo?

- Duck: Apaixonado, apaixonado não. Mas acredito que se possa gostar de duas pessoas ao mesmo tempo.

- O primeiro amor é o melhor?

- Duck: Acredito que o primeiro amor é aquele que mais nos marca, mas não significa que seja o melhor.

- O amor é cego?

- Duck: Por vezes é.

- Vale a pena lutar por um amor aparentemente impossível?

- Duck: Vale sempre a pena lutar por tudo o que realmente desejamos.

- E tu, como lutarias?

- Duck: Acho que o mais importante é mostrar aos outros o que sentimos, por isso o que faria era falar com a pessoa amada e mostrar-lhe os meus sentimentos e quem sou na verdade.

- Para além de falar com ela, o que farias para lhe agradar? Não lhe davas prendinhas?

- Duck: Convidava-a para passear ou para jantar. Oferecia-lhe flores e bombons, depois temperava tudo com muito carinho, compreensão e sensibilidade.

- Podemos saber quem conquistarias?

- Duck: A mulher que mostrasse merecer todo o meu amor.

- Achas que é bem amar alguém por compaixão?

- Duck: Não, de modo algum.

- Para ti amar é sofrer?

- Duck: Por vezes sofre-se muito no amor, tudo depende de quem e quando se ama.

- Já choraste por amor ou por desamor?

- Duck: Claro que já.

- Acreditas que há amores que duram para toda a vida?

- Duck: Há, claro que sim.

sinto-me: Bem E Aborrecida
música: Jorge Palma "Encosta-te a mim"
tags:
publicado por excesso às 23:40

link do post | comentar | favorito
Domingo, 26 de Outubro de 2008

Excesso A Vos Do Coração 2º

Carlos

- Pode morrer-se por amor?

- Carlos: Depende do caso de morte e do caso de amor.

- Achas que os amigos podem ser amantes?

- Carlos: Acho que sim.

- Por acaso alguma vez te apaixonaste pela namorada do teu melhor amigo?

- Carlos: Não, nunca!

- Na tua opinião pode estar-se apaixonado por duas pessoas ao mesmo tempo?

- Carlos: Essa é uma situação muito ingrata, mas acho que é perfeitamente possível acontecer a qualquer um de nós. Por vezes a vida prega-nos partidas destas.

- Achas que o primeiro amor é o melhor?

- Carlos: Acho que sim. Mas pensando bem, o primeiro amor pode ser o melhor mas também pode não o ser. Ou seja não acredito que o primeiro amor tenha que ser obrigatoriamente o melhor. Há casos em que os amores seguintes são mais intensos e muito melhores.

- Acreditas que o amor é cego?

- Carlos: Acho que sim, mas tudo na vida tem os seus limites.

- Vale a pena lutar por um amor aparentemente impossível?

- Carlos: Claro que sim.

- E tu, como lutarias?

- Carlos: Com muita decência, muita educação, verdade e, acima de tudo, com muito amor.

- E que sacrifícios eras  capaz de fazer pela pessoa amada?

- Carlos: Por um grande amor, quase tudo. Desde sair de Portugal para outro pais, aprender outro idioma, sei lá… tudo!

- Como pedirias namoro a uma rapariga?

- Carlos: Da maneira mais amorosa e simples que me viesse à cabeça.

- Como alimentas o amor?

- Carlos: Com muito amor porque, como diz o ditado, amor com amor se paga.

- A melhor prenda para o dia dos namorados?

- Carlos: Flores e muitas beijocas.

- Sabes algum poema de amor?

- Carlos: Sim.

- Eras capaz de perdoar uma traição a alguém que amasses muito?

- Carlos: Muito dificilmente, se bem que tenho de admitir que tudo depende da situação.

- Concordas com a frase, amar é sofrer?

- Carlos: Não, de forma alguma. Para mim, amar é verdadeiro prazer para a alma.

- Mas já choraste por amor ou por desamor?

- Carlos: Claro que sim, e quem não?

- Há amores que duram para toda a vida?

- Carlos: Sim.

sinto-me: Bem E Activa
música: Fofocas
tags:
publicado por excesso às 23:36

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 24 de Outubro de 2008

Excesso A Vos Do Coração 1º

Meninas, entrem neste barco pois vamos iniciar uma deliciosa viagem ao fundo do coração dos Excesso. Os pontos mais quentes e interessantes que vamos descobrir serão as recordações do seu primeiro beijo, o que pensam do amor, da infidelidade.  Uma das partes mais quentes da nossa viagem é quando chegamos à zona das conquistas e descobrimentos como é que eles pedem namoro a uma rapariga… Enfim, uma viagem doce e elucinante que vai começar já!

 

Gonzo:

- O amor faz girar o mundo?

- Gonzo: Claro que sim. E mais do que isso os amantes também deveriam ser amigos.

- Alguma vez te apaixonaste pela namorada do teu melhor amigo?

- Gonzo: Nunca!

- Achas que se pode estar apaixonado por duas pessoas ao mesmo tempo?

- Gonzo: Sim.

- E para ti o primeiro amor é sempre melhor?

- Gonzo: Conforme os casos. Há experiencias boas e más.

- A quem conquistarias?

- Gonzo: A mulher que amasse. Neste momento estou, cada dia, a tentar conquistar ainda mais a minha família.

- Vale a pena lutar por um amor apaixonadamente impossível?

- Gonzo: Vale sempre, sempre a pena lutar pelas coisas em que acreditamos e que desejamos. Isso é viver!

- E como lutarias?

- Gonzo: Faria de tudo, tudo, dentro dos limites claro!

- Mais concretamente como pedirias namoro a uma rapariga?

- Gonzo: Não sei… para mim essas coisas são momentâneas, não as planeio e também não tenho uma forma padrão de o fazer.

- A melhor prenda para o dia dos namorados?

- Gonzo: Estarmos juntos!

- Sabes algum poema de cor?

- Gonzo: Eu não sei poemas de amor, leio-os.

- O teu amor platónico é…

 - Gonzo: A minha mãe.

- A infidelidade pode perdoar-se?

- Gonzo: Claro que sim.

- Amar é sofrer?

- Gonzo: Por vezes até viver é sofrer.

- Já choraste por amor ou por desamor?

- Gonzo: Já.

Pode morrer-se por amor?

- Gonzo: Acho que sim, que se pode mesmo morrer por amor. Embora não ache que isso seja correcto. Por vezes na nossa vida temos que ser um pouco egoístas e pensar em nós.

- Há amores pra toda a vida?

- Gonzo: Há.

sinto-me: Um Bocado Em Baixo Mas Bem
música: Silêncio
tags:
publicado por excesso às 23:39

link do post | comentar | favorito